Empresa de ginástica laboral: vale a pena contratar?

A contratação de uma empresa de ginástica laboral para prestar esse tipo de serviço no seu negócio requer alguns pontos de atenção.

Por exemplo, é bem importante solicitar o comprovante de registro de pessoa jurídica no Conselho Regional de Educação Física. 

A apresentação desse documento dará a você e aos seus colaboradores a certeza de estarem lidando com prestadores de serviço para esse tipo de atividade que realmente são qualificados e legalizados.

Esse cuidado é fundamental para que os exercícios laborais que serão aplicados tragam os benefícios esperados a todos os que irão praticá-los.

Caso você ainda não saiba, a ginástica laboral ajuda a evitar uma série de doenças do trabalho, contribuem para aumentar a produtividade dos trabalhadores, entre diversas outras vantagens.

Neste artigo, vamos explicar quais critérios devem ser considerados na hora de contratar uma empresa de ginástica laboral, por que esse serviço deve ser oferecido aos seus funcionários, qual a sua importância, vantagens e diversos outros pontos sobre esse tema.

Continue a leitura e confira todos os detalhes!

O que é ginástica laboral? 

O que é ginástica laboral? 

A ginástica laboral pode ser definida como uma série de exercícios físicos que são praticados no próprio ambiente de trabalho. Eles têm como principais objetivos reduzir a pressão física no corpo dos profissionais, assim como o estresse provocado pela rotina de trabalho.

Além de promover mais saúde e qualidade de vida aos trabalhadores, a ginástica laboral é uma forma de atendimento da NR 17, norma regulamentadora que determina especificamente as questões ergonômicas que precisam ser seguidas pelas empresas.

Na prática, a ginástica laboral consiste em atividades físicas curtas, que podem ser realizadas entre 5 a 20 minutos, no próprio setor de trabalho. 

Ou seja, isso quer dizer que os gestores não precisam investir em um local específico para a realização dessas sessões. Porém, é essencial que elas sejam ministradas por profissionais da área de educação física. Por isso, é essencial contratar uma empresa de ginástica laboral.

Por que a ginástica laboral é importante? 

A ginástica laboral é importante por inúmeros motivos. O primeiro é que ela vai ao encontro do atendimento da NR 17, conforme explicamos anteriormente.

O cumprimento dessa norma é uma forma de a empresa se manter de acordo com as determinações dos órgãos fiscalizadores e, com isso, evitar uma série de transtornos legais.

Mas tão importante quanto esse ponto — e o que deve ser o principal motivo da contratação de uma empresa de ginástica laboral — é que esses exercícios trazem muito mais qualidade de vida e saúde aos funcionários, isso dentro e fora do ambiente de trabalho.

A ginástica laboral é uma prática que ajuda a reduzir, ou até mesmo evitar, dores provocadas pelo tipo de atividade profissional exercida pelo colaborador. Ela é muito importante, por exemplo, para diminuir a inércia de funcionários que passam longos períodos sentados ou em pé.

Os exercícios laborais também são fundamentais para evitar o surgimento de doenças do trabalho, como LER e Dort, que são patologias desencadeadas por esforços repetitivos.

Segundo dados divulgados pelo Governo Federal, somente em 2019, quase 39 mil profissionais foram afastados dos seus postos de trabalho devido a doenças desse tipo.

Para as pessoas que são acometidas por esse problema, as dores limitam não apenas o exercício da função, mas também afetam negativamente o seu dia a dia fora do local de trabalho.

Situações como essa comprometem seriamente a qualidade de vida e o bem-estar do colaborador e, dependendo da sua extensão e intensidade, pode impactar também a sua rotina pessoal e o seu relacionamento com familiares e pessoas próximas.

Para as companhias que precisam lidar com profissionais afastados por problemas desse tipo, o resultado negativo pode ser visto nos prejuízos financeiros relacionados — por exemplo, pagamento de horas extras para os funcionários que ficaram para suprir as ausências.

Dependendo do tempo que o trabalhador precisa ficar afastado para tratamento, isso pode gerar outros problemas para aqueles que estão suprindo a sua falta, tais como sobrecarga de trabalho, estresse, descontentamento e, muitas vezes, lesões similares por estarem trabalhando mais que o costume.

Por fim, não se pode deixar de citar a queda da produtividade do negócio que, não raras as vezes, refletem na qualidade do atendimento ao cliente e nos resultados gerais da marca, incluindo a lucratividade.

Quais são os seus benefícios?

Quais são os seus benefícios?

Certamente, um dos principais benefícios de se contratar uma empresa de ginástica laboral para ministrar os exercícios na sua empresa é a promoção de um cuidado maior com a saúde dos seus funcionários.

Como você pôde ver anteriormente, esse tipo de atividade ajuda a evitar o desencadeamento de doenças relacionadas às funções exercidas. Isso contribui para que os colaboradores se mantenham mais saudáveis e, consequentemente, mais ativos.

Seguindo esse princípio, os benefícios da ginástica laboral que mais se destacam e que impactam positivamente os seus funcionários e o seu negócio são:

  • redução das dores musculares;
  • correção da postura dos trabalhadores;
  • fortalecimento das suas estruturas musculares;
  • redução da sensação de cansaço e de fadiga;
  • melhora da função cardiorrespiratória;
  • melhora do condicionamento físico;
  • aumento dos níveis de energia;
  • diminuição do número de afastamentos médicos;
  • redução do número de acidentes de trabalho;
  • redução do absenteísmo;
  • aumento do nível de interação entre os profissionais;
  • melhora do clima organizacional;
  • combate às tensões emocionais;
  • elevação da autoestima;
  • auxílio no desenvolvimento da consciência corporal;
  • melhora da saúde mental e física;
  • aumento da produtividade;
  • melhora da qualidade dos serviços prestados.

Quais tipos de ginástica laboral existem e podem ser aplicados?

Antes de contratar uma empresa de ginástica laboral para o seu negócio e, com isso, obter todas essas vantagens, também é bem importante que você saiba que essa prática pode ser dividida em diferentes categorias.

Entre os tipos de ginástica laboral que podem ser aplicados por esse prestador de serviços aos seus colaboradores estão:

  • ginástica laboral preparatória;
  • ginástica laboral corretiva;
  • ginástica laboral compensatória;
  • ginástica laboral de relaxamento;

Ginástica laboral preparatória

Não somente o uso dos EPIs de segurança ajuda a promover um cuidado maior com a saúde e com a vida dos profissionais, a ginástica preparatória também contribui bastante para esse propósito.

Trata-se de um grupo de exercícios que tem como objetivo preparar os profissionais para as atividades que exercerão durante o dia.

Com duração de, aproximadamente, 12 minutos, a proposta da ginástica laboral preparatória é promover o aquecimento dos músculos dos trabalhadores, contribuindo para aumentar a sua resistência e flexibilidade.

Ginástica laboral corretiva

A finalidade da ginástica laboral corretiva é melhorar as funções ergonômicas dos trabalhadores. Por conta disso, os exercícios físicos a serem praticados nessa modalidade devem ser compatíveis com a atividade exercida pelo profissional.

Isso quer dizer que a empresa de ginástica laboral que você contratar precisa criar uma série de atividades específicas para cada grupo de cargos que há no seu negócio.

Na ginástica laboral corretiva serão ministrados exercícios que contribuem para aumentar a resistência e diminuir a tensão muscular dos funcionários, e também para corrigir problemas relacionados à postura durante a execução das tarefas.

Ginástica laboral compensatória

A ginástica compensatória, por sua vez, tem a indicação de ser realizada em algum horário durante a jornada de trabalho, ou seja, no meio do expediente.

Essa categoria de exercícios têm por objetivo aliviar dores e cansaço característicos das funções, que acometem os profissionais conforme vão desempenhando as suas atividades de trabalho.

A prática consiste em exercícios de alongamento que duram, em média, de 10 a 20 minutos. A ideia é aliviar o estresse, a tensão muscular e melhorar a postura dos colaboradores.

Ginástica laboral de relaxamento

Como o próprio nome sugere, a ginástica laboral de relaxamento visa relaxar e “desacelerar” o profissional ao final da sua jornada de trabalho. Por isso, ela deve ser realizada no final do expediente.

Essa categoria consiste na prática de exercícios físicos durante 10 a 20 minutos com propósito de deixar os funcionários mais relaxados para irem para os seus lares.

Vale agregar a essa atividade meditação, exercícios de respiração, massagens e outros que gerem o mesmo resultado.

O objetivo da ginástica laboral de relaxamento é reduzir a tensão sentida ao término de cada jornada e, com isso, contribuir para fortalecer o vínculo entre os colaboradores, amenizar desentendimentos e, consequentemente, ajudar a evitar que levem questões como essa para os seus lares.

Como uma empresa de ginástica laboral pode ajudar o seu negócio?

Como uma empresa de ginástica laboral pode ajudar o seu negócio?

A contratação de uma empresa de ginástica laboral pode ajudar o seu negócio por diversos motivos. O primeiro deles é que, ao terceirizar esse serviço, você não precisa se preocupar com custos trabalhistas para manter um profissional da área no seu quadro de funcionários.

Desse modo, é possível promover os cuidados necessários com a saúde e qualidade de vida dos seus colaboradores, sem onerar a sua folha de pagamento.

Além disso, somente os profissionais de uma empresa de ginástica laboral saberão definir quais exercícios físicos devem ser praticados por cada grupo de cargos que existe no seu negócio.

Quanto a isso, é bem importante destacar que os tipos de ginásticas indicados para o pessoal de escritório não devem ser os mesmos praticados para quem exerce funções operacionais, tais como aqueles que lidam com carregamento de peso, por exemplo.

Afinal, é preciso considerar que cada perfil de trabalhador tem uma rotina de trabalho diferente, que exige do seu corpo esforço e postura distintos. Por essas razões, as ginásticas laborais indicadas devem ser específicas para cada setor.

A melhor forma de garantir que os seus funcionários estarão praticando atividades físicas que realmente ajudarão a promover a sua saúde e bem-estar é contratando uma equipe capacitada de uma empresa de ginástica laboral.

Quais critérios considerar na hora de escolher uma empresa de ginástica laboral como parceira?

A empresa de ginástica laboral contratada deve alinhar as necessidades físicas dos seus funcionários e os objetivos do seu negócio ao serviço que será prestado.

Para conseguir isso, é essencial que a equipe dessa prestadora de serviço seja formada por profissionais capacitados e devidamente regulamentados junto ao órgão de classe.

A fim de garantir isso, alguns dos critérios que você precisa considerar na hora de contratar uma empresa de ginástica laboral são:

  • faça uma boa pesquisa de mercado, verifique nas redes sociais e em sites de reclamação comentários de quem já utilizou os serviços, busque referências etc;
  • ao escolher o potencial fornecedor da atividade, solicite uma visita técnica para apresentação dos serviços, considerando o mapeamento das funções da sua organização;
  • antes de fechar a contratação, solicite o comprovante de registro de pessoa jurídica no Conselho Regional de Educação Física;
  • requeira também a relação dos profissionais que prestarão o serviço, bem como a apresentação do registro válido no Conselho Regional de Educação Física de todos eles;
  • não abra mão de um contrato que especifique todos os pontos acordados, incluindo quais tipos de ginástica laboral serão ministrados, dias e horários que esse serviço será prestado, valores, formas de pagamento e as demais informações relativas a uma contratação de prestadores de serviço.

Como você viu até aqui, a contratação de uma empresa de ginástica laboral traz diversas vantagens e retorno positivo para os seus funcionários e para o seu negócio de modo geral.

A escolha de um bom prestador de serviço é essencial para conseguir colher todos esses resultados satisfatórios.

E com o objetivo de ajudar você um pouco mais nessa jornada, nossa dica é a leitura do artigo “Clínica de medicina ocupacional: como encontrar a melhor alternativa?”. 

Nele você verá tudo o que precisa saber sobre os critérios que deve considerar na hora de escolher uma clínica especializada em saúde ocupacional para assistir a sua empresa.

Aproveite que está aqui no nosso blog e leia agora mesmo!

Gostou do texto?

Deixe seu email e enviaremos todas as semanas novidades para você!

Confira também

IMPORTANTE: Devido ao grande número de perguntas similares no blog, estamos selecionando as melhores para responder. Sendo assim, sugerimos que você busque a resposta para a sua dúvida nos comentários antes de enviar sua pergunta. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre segurança no trabalho! Não enviaremos spam!