A prática de ginástica laboral é obrigatória?

A prática de ginástica laboral é obrigatória?

Mesmo que a ginástica laboral ainda não seja obrigatória por lei no ambiente de trabalho, para que haja um melhor desempenho e satisfação dos funcionários, ela é uma prática totalmente válida e saudável. Além disso, com funcionários felizes, aumenta-se a produção e, consequentemente, os lucros também começam a crescer.

Acompanhe o post de hoje e veja como vale a pena ficar por dentro dos benefícios da ginástica laboral e a importância de aplicá-la no ambiente de trabalho!

Prevenção de doenças

A ginástica laboral consiste em exercícios simples, que levam, no máximo, 20 minutos e que podem ser uma grande saída quando o assunto é prevenção de doenças. Quando o funcionário fica na mesma posição por longos períodos, doenças como LER (Lesão por esforço repetitivo) ou DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho) podem aparecer. Com isso, os afastamentos são mais constantes e o rendimento da empresa vai para o ralo. A ginástica laboral é a única que pode evitar tais transtornos para os empresários.

Bem-estar do funcionário

Quem não gostaria de trabalhar em uma empresa que se importa com o bem-estar dos funcionários? Diversas práticas são estabelecidas para isso, algumas muito inovadoras, tais como permitir levar o animal de estimação, área de lazer com piscina de bolinhas e mesas de sinuca. Mas a mais necessária é a ginástica laboral, pois, além de simples, não demanda um custo elevado para os empresários. Ao optar por essa prática, a saúde e o bem-estar do funcionário estarão resguardados.

A prática ainda não é obrigatória

Com base em diversos afastamentos pelo nosso órgão de Previdência Social e soluções práticas e fáceis para sanar esse problema, há, no Congresso, projetos de lei relacionados ao assunto. Quando ocorrer a votação e qualificação da lei, as empresas serão obrigadas a ter 3 períodos de ginástica laboral em suas localidades, uma antes do início do turno, uma no meio do expediente e a última ao terminar o período de trabalho. A ginástica laboral deverá ser feita em 15 minutos para cada sessão.

Benefícios da ginástica laboral

Os benefícios da ginástica laboral para sua empresa são incontáveis:

  • Evita doenças posturais;
  • Melhora o rendimento dos funcionários;
  • Melhora a flexibilidade;
  • Melhora as dores crônicas causadas pelo trabalho;
  • Previne a LER e a DORT;
  • Deixa o escritório com pessoas mais alegres;
  • Evita afastamentos por doenças;
  • Acaba com o sedentarismo;
  • Melhora a autoestima;
  • Elimina o estresse e as tensões do dia a dia;
  • Melhora o condicionamento físico;
  • Possibilita momentos de descontração, que são tão valiosos no ambiente de trabalho quanto os momentos de seriedade e profissionalismo.

A ginástica laboral pode ser o que falta em sua empresa para que os funcionários fiquem mais sadios e, assim, rendam mais. Adiante-se diante a lei e renda-se aos benefícios da ginástica laboral. Seus funcionários irão agradecer!

Como foi o processo de implantação da ginástica laboral em sua empresa? Houve alguma vantagem? Faça um comentário no post e conte para a gente como essa prática mudou a sua empresa!

banner_ebook_4

 

Gostou do texto?

Deixe seu email e enviaremos todas as semanas novidades para você!

Confira também

IMPORTANTE: Devido ao grande número de perguntas similares no blog, estamos selecionando as melhores para responder. Sendo assim, sugerimos que você busque a resposta para a sua dúvida nos comentários antes de enviar sua pergunta. Obrigado!

Um comentário para “A prática de ginástica laboral é obrigatória?”

  1. Fabio disse:

    Assunto interessante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre segurança no trabalho! Não enviaremos spam!