Como engajar os colaboradores em ações de promoção à saúde?

Como engajar os colaboradores em ações de promoção à saúde?

A abrangência da medicina do trabalho vai muito além dos exames para admissão ou rescisão de contrato. As empresas já entenderam que programas de longo prazo, que visam a prevenção e a promoção da saúde dos funcionários, geram benefícios para todos. Porém, muitas vezes, o desafio é engajar os colaboradores nessas ações.

Nesse sentido, é importante que os departamentos de Recursos Humanos, cada vez mais, criem estratégias para que isso aconteça. São ações simples, mas que têm como objetivo um ambiente laboral agradável e a qualidade de vida dos trabalhadores.

No final, a empresa ganha em produtividade e resultados, além de uma melhor reputação no mercado.

Ficou interessado? Quer saber como engajar seus colaboradores em ações de promoção à saúde? Então, siga a leitura do post e conheça as dicas que separamos!

Crie campanhas internas de promoção à saúde

Para engajar os funcionários em programas de saúde, a empresa pode aproveitar a divulgação das campanhas promovidas pelo governo. Elas, geralmente, mobilizam as pessoas, que passam a ficar atentas e preocupadas com aquele determinado tema.

O Outubro Rosa, por exemplo, é uma excelente oportunidade para iniciar uma campanha de prevenção ao câncer de mama dentro da organização, principalmente quando a maioria dos colaboradores é composta por mulheres.

O departamento de RH pode, por meio de uma empresa especializada em medicina do trabalho, realizar atendimentos individuais ou palestras coletivas para conscientização, que alertará sobre os riscos e sintomas da doença e as maneiras de preveni-la ou tratá-la.

Outra boa maneira de engajar os colaboradores são as campanhas de vacinação. Elas acontecem, geralmente, a partir de um levantamento sobre os agentes infecciosos presentes no ambiente de trabalho, algum tipo de surto na região onde se localiza a empresa ou, ainda, quando há um grande número de colaboradores infectados.

Contudo, é sempre importante que essa campanha venha acompanhada de uma palestra ou material informativo, esclarecendo, assim, qualquer tipo de dúvida ou preocupação exagerada.

Campanhas educativas, como contra o tabagismo e as doenças sexualmente transmissíveis, também são outra maneira de engajar os colaboradores.

Previna riscos e acidentes com treinamentos

Antes de mais nada, a empresa precisa avaliar os riscos e perigos relacionados à atividade que desempenha. Em seguida, é muito importante que essas informações sejam compartilhadas com os trabalhadores, mostrando a eles o que a organização está fazendo para garantir a segurança de todos, como o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), treinamentos em parceria com a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) etc.

Mas não se esqueça: não basta fornecer o equipamento ou o curso. Também é necessário um trabalho de conscientização permanente sobre a importância do uso correto dos materiais e das medidas preventivas. Isso pode ser feito por meio de campanhas, workshops ou apresentações.

É fundamental que o setor responsável pela gestão da segurança do trabalho convença os demais sobre a necessidade do compromisso de todos com relação a esse tema. Só assim será possível desenvolver uma cultura de segurança positiva e realmente efetiva.

Confira algumas dicas de como conseguir isso:

  • fale sobre as questões legais que envolvem a segurança do trabalho;
  • reúna exemplos da sua ou de outra empresa em que o compromisso com a segurança fez a diferença;
  • dê destaque ao trabalho conjunto de colaboradores de diversas áreas que resultou em melhorias na segurança;
  • explique que esse é um processo de longo prazo, mas que acarretará em grandes benefícios, principalmente para os próprios funcionários, que trabalharão com mais segurança e saúde;
  • ouça as sugestões dos colaboradores. O engajamento e a construção de uma cultura de reportar riscos têm muito mais chances de acontecer quando os colaboradores percebem que a alta administração está realmente preocupada com a segurança de todos.

Use a ginástica laboral para garantir o bem-estar corporativo

Sabemos que os cuidados com a saúde incluem atividade física regular. Por outro lado, as pessoas passam cada vez mais tempo no trabalho. Portanto, garantir um espaço na agenda para exercícios na academia pode ser difícil para muita gente.

Nesse sentido, sua empresa tem a possibilidade de apresentar a ginástica laboral como uma alternativa. Ela alivia as tensões e dores físicas, muitas vezes provocadas pela própria atividade que o funcionário exerce. Enfim, ela é uma excelente maneira de engajar os colaboradores quando o assunto é promoção à saúde.

A ginástica laboral é realizada no próprio ambiente de trabalho. A intervenção dura de 10 a 15 minutos e deve ser sempre conduzida por um profissional qualificado, que compreenda as necessidades da empresa e do trabalhador.

Entre seus benefícios estão:

  • reeducação postural;
  • redução do sedentarismo;
  • alívio do estresse;
  • aumento do ânimo e do foco para o trabalho;
  • prevenção de doenças e lesões por esforços repetitivos.

Torne o ambiente laboral mais agradável

Confraternizações e momentos mais descontraídos são estratégicos para promover a socialização, troca de ideias e engajamento dos funcionários. Confira alguns exemplos:

  • as palestras são uma excelente opção para promover a motivação da equipe;
  • as peças teatrais, ao mesmo tempo que informam e engajam, também divertem os colaboradores;
  • os jogos fortalecem o espírito de equipe e o trabalho em grupo.

Promova a saúde mental motivando os colaboradores

Questões emocionais afetam diretamente o comportamento e o rendimento de um colaborador da empresa. Isso pode ser resolvido com um apoio psicológico fornecido por meio de atendimentos individuais e realizados por profissional qualificado. A empresa, pode ainda, oferecer convênios com psicólogos para que o atendimento seja feito fora do horário de expediente.

Além disso, algumas práticas ajudam na promoção da saúde mental na empresa. Veja só:

1. Ofereça feedbacks constantemente

A troca de informações e o alinhamento de expectativas são fundamentais para que os colaboradores se mantenham motivados. Por isso, é importante que os gestores ofereçam um feedback permanente sobre o desempenho do funcionário. Certamente, ele se sentirá motivado a alcançar os objetivos propostos.

2. Crie programas de benefícios

Sempre que um trabalho for muito bem executado ou uma meta for atingida, é recomendável que os colaboradores envolvidos recebam um benefício, que pode ser um bônus no salário ou um presente, como viagem ou curso.

Dessa forma, a equipe se sentirá muito mais disposta para encarar os desafios.

3. Realize dinâmicas de grupo

As dinâmicas são fundamentais para promover e mostrar a importância do trabalho em equipe e do engajamento dos funcionários nas ações propostas pela empresa.

Além disso, ajudam a identificar como está o nível de colaboração de cada trabalhador, possibilitando, assim, que a organização enxergue onde estão os problemas e desenvolva, a partir daí, um plano.

Como vimos, há diversas maneiras de engajar os colaboradores em ações de promoção à saúde. Um programa sólido de medicina do trabalho com a participação dos funcionários garante uma boa qualidade de vida aos trabalhadores e mais produtividade para a empresa. Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe seu comentário no post!

Gostou do texto?

Deixe seu email e enviaremos todas as semanas novidades para você!

Confira também

IMPORTANTE: Devido ao grande número de perguntas similares no blog, estamos selecionando as melhores para responder. Sendo assim, sugerimos que você busque a resposta para a sua dúvida nos comentários antes de enviar sua pergunta. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre segurança no trabalho! Não enviaremos spam!