Medicina do trabalho: pequenas empresas devem se preocupar?

Medicina do trabalho: pequenas empresas devem se preocupar?

Muitos empreendedores ou diretores de empresas de pequeno e médio porte acreditam que a medicina do trabalho só se aplica a grandes organizações. A prática, no entanto, tem mostrado uma realidade bem diferente.

Atualmente, muitas empresas pequenas têm descoberto as vantagens de investir em medicina do trabalho. De uma forma completamente diferente do que elas imaginavam, não se trata de uma despesa a mais para seu orçamento, mas de uma ação que gera inúmeros benefícios e até reduz os custos com o pessoal.

Quer entender por que as pequenas empresas também devem se preocupar com a medicina do trabalho? Então, acompanhe este post. Vamos explicar por que o cuidado com o capital humano é essencial é de que forma ele beneficia essas organizações. Confira!

A relação das pequenas empresas com seu capital humano

Toda empresa, grande ou pequena, depende de seus colaboradores para a execução de suas atividades. É consenso entre especialistas que uma organização é tão boa quanto funcionários — o que torna clara a importância do capital humano.

Porém, nas pequenas empresas, isso se torna ainda mais evidente. Na maioria delas, não há uma grande quantidade de pessoas realizando uma mesma tarefa. Assim, a ausência ou afastamento de um funcionário causa um grande impacto.

O que estamos dizendo não é que as grandes organizações considerem seus funcionários como peças de fácil reposição. Destacamos apenas o fato de que a quantidade de colaboradores permite uma redistribuição mais equilibrada de tarefas, caso algum deles precise se ausentar por períodos reduzidos ou longos.

Um empreendimento de pequeno porte não tem essa mesma facilidade. Geralmente, a falta de um colaborador traz implicações sérias no atendimento ao cliente, na conservação do espaço, na logística ou qualquer outra área em que ele trabalhe.

Além disso, o acúmulo de funções faz com que esses profissionais tenham que lidar com uma grande demanda de tarefas. Ou seja: sua presença e produtividade são essenciais para o sucesso do negócio.

Os benefícios da medicina do trabalho para pequenas empresas

Se as pequenas organizações sofrem um impacto tão significativo com a ausência de funcionários, por que não evitá-las da melhor maneira possível  — cuidando da saúde e segurança dos trabalhadores?

Essa é a proposta da medicina do trabalho. Por isso, vamos explicar a seguir algumas das vantagens dela para uma pequena empresa.

Aumento da produtividade dos trabalhadores

As ações de medicina do trabalho têm um objetivo principal: promover o bem-estar físico e psicológico dos trabalhadores. Quando esses aspectos são garantidos, os funcionários têm as condições necessárias para realizar suas atividades de forma mais produtiva.

Assim, a empresa percebe que uma quantidade maior de tarefas é entregue em tempo reduzido, os erros ocorrem em menor frequência e até mesmo o atendimento ao cliente tem um impacto positivo.

Saudável, seguro e satisfeito, o trabalhador consegue produzir mais e melhor, contribuindo para aumentar a lucratividade do negócio.

Redução do absenteísmo e afastamentos

Muitos funcionários faltam à empresa devido a problemas de saúde. Alguns deles se iniciam com sintomas simples — que poderiam ser prevenidos com a medicina do trabalho — e se tornam tão graves a ponto de provocar até mesmo o afastamento temporário ou definitivo do colaborador.

A medicina do trabalho ajuda a identificar riscos, aponta a necessidade de equipamentos de segurança, promove a vacinação de funcionários e realiza outras ações que previnem acidentes e doenças.

Dessa forma, os funcionários têm sua saúde e bem-estar preservados, reduzindo os motivos para licenças e o absenteísmo.

Redução de custos

Um bom programa de medicina do trabalho promove a saúde e bem-estar corporativo. Isso evita custos imediatos, como a necessidade de substituir ausentes ou sob licença médica.

A longo prazo, esse cuidado também representa economia. Ele previne acidentes de trabalho ou doenças decorrentes da ocupação. Portanto, evita causas trabalhistas e as indenizações que elas acarretam.

Valorização do funcionário

De nada adianta uma empresa adotar um discurso de valorização dos colaboradores se ela não demonstra esse conceito na prática. Portanto, ela precisa de uma orientação especializada para cuidar de seu principal ativo — o capital humano.

À medida que a empresa recebe orientações de outra empresa ou de um profissional especializado em medicina do trabalho, ela tem condições de implementar uma série de medidas para garantir o bem-estar físico e psicológico dos colaboradores.

Isso significa a adaptação do espaço para prevenir acidentes, soluções ergonômicas para evitar lesões relacionadas à má postura e realização de esforços repetitivos, atendimento psicológico para amenizar os efeitos da pressão sobre os funcionários, entre outras situações.

Esse conjunto de medidas, além de proporcionar bem-estar, cria a percepção de que a empresa se preocupa com seus funcionários e valoriza os profissionais que fazem parte de seu quadro. Além da melhora no clima organizacional, as pessoas trabalham mais motivadas e alcançam bons resultados.

Atendimento à legislação

A lei estabelece que é dever da empresa desenvolver medidas protetivas em relação aos seus colaboradores. Portanto, um dos benefícios da medicina do trabalho é justamente atender esses aspectos legais.

Quando o empreendimento conta com um trabalho sério realizado nessa área, ocorre uma diminuição das chances de um funcionário desenvolver doenças por causa de sua função, por exemplo.

Só esse aspecto já mostra o quanto a medicina do trabalho pode evitar problemas. Ela diminui os riscos de multas, penalizações e processos que podem custar tempo, esforço e dinheiro de uma empresa.

Aumento da credibilidade da empresa

Não é só o marketing que é o responsável pela imagem da empresa no mercado. Uma boa parte da propaganda é feita, mesmo que não intencionalmente, pelos seus colaboradores.

São pessoas que comentam, nos momentos de convívio com seus conhecidos e familiares, de que forma a empresa trata seus colaboradores. Essas avaliações informais criam uma imagem na comunidade em que ela atua, que pode ser positiva ou negativa.

O cuidado com a saúde dos trabalhadores contribui para que a imagem positiva seja reforçada. Ela altera a percepção da marca tanto junto aos consumidores quanto com outros profissionais.

Dessa forma, ela pode conquistar a preferência do mercado quando compete em condições de igualdade. A empresa também pode se beneficiar, pois se torna atrativa para bons profissionais, melhorando a qualidade de suas contratações.

Entendeu quais são os principais benefícios da medicina do trabalho para pequenas empresas? Quer descobrir como o seu negócio pode promover o bem-estar de seus funcionários, aumentar a produtividade e evitar problemas?

Então, não perca tempo! Converse com os especialistas da SST e descubra soluções perfeitas para a sua empresa. Esperamos seu contato!

Gostou do texto?

Deixe seu email e enviaremos todas as semanas novidades para você!

Confira também

IMPORTANTE: Devido ao grande número de perguntas similares no blog, estamos selecionando as melhores para responder. Sendo assim, sugerimos que você busque a resposta para a sua dúvida nos comentários antes de enviar sua pergunta. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre segurança no trabalho! Não enviaremos spam!