Sua empresa está deixando os colaboradores estressados? Descubra!

Sua empresa está deixando os colaboradores estressados? Descubra!

A correria, a busca pelo alcance de metas e as pressões por mais resultados têm aumentado consideravelmente o número de colaboradores estressados nas empresas. Para agravar este quadro, soma-se ainda o momento de instabilidade política e econômica pelo qual estamos passando.

Você tem percebido uma mudança de clima na sua organização? Neste post, chamaremos a atenção para o cuidado que se deve ter com a saúde dos funcionários, principalmente no combate ao estresse. Acompanhe!

A atenção com a saúde dos colaboradores

Uma das principais preocupações que os gestores devem ter está relacionada à saúde dos colaboradores. Manter sua equipe motivada, com baixo absenteísmo e, principalmente, minimizando os afastamentos por doenças laborais deve ser prioridade no dia a dia dos responsáveis pelos recursos humanos das empresas.

A falta de um colaborador traz a necessidade de substituí-lo, mas nem sempre as empresas têm condições de fazê-lo. Treinar e preparar uma nova pessoa para desenvolver atividades de outra exige tempo e dedicação, além de um indesejável aumento de custos.

O estresse é uma das causas que tem contribuído significativamente para o afastamento de pessoas do ambiente de trabalho. Cada um de nós tem um limite particular de estresse que, aos ser ultrapassado, pode trazer uma série de consequências indesejáveis.

Assim, cabe aos gestores acompanhar o quotidiano de sua equipe de trabalho tentando diagnosticar algumas situações que podem tornar seus colaboradores estressados.

O diagnóstico antecipado de colaboradores estressados

É importante que os gestores tentem antecipar a possibilidade do aumento do risco do surgimento de pessoas com alto nível de estresse. Algumas situações podem ser percebidas com certa antecedência proporcionando ações que evitem o agravamento da situação. Listaremos algumas a seguir:

Aumento da carga de trabalho

O aumento da carga de trabalho com a necessidade de realização de horas extras continuamente é um indicativo. Realizar eventualmente horas extras é uma situação administrável. Porém, a sua frequência é um prenúncio de problemas com a sua força de trabalho.

Ênfase na chamada tensão construtiva

Se a sua empresa está focada no lema de “tensão construtiva” e essa situação estiver se transformando em cultura da organização, isso é um mau sinal. Mais cedo ou mais tarde as pessoas não aguentarão o ambiente, trazendo consequências negativas para toda a equipe.

A época do “funcionário estressado é o que melhor funciona” felizmente está sendo deixada para trás. Atualmente as empresas estão ficando mais flexíveis e menos rígidas, e isso é extremamente positivo!

Aumento no absenteísmo

O crescimento das ocorrências de faltas ao trabalho por motivo de doenças ou mesmo a procura pelo médico do trabalho com queixas de dores de cabeça, dores musculares, problemas com o sono, mau humor ou dificuldades para se concentrar são sinais de que o nível de estresse está aumentando.

Tratamento psicológico

Outro indicativo importante é a maior ocorrência de solicitações para tratamentos psicológicos. Esse tipo de tratamento normalmente é reflexo de um ambiente tenso e de difícil adaptabilidade.

Problemas de relacionamento

Discussões entre colaboradores do mesmo time ou mesmo entre líderes e liderados é outra sinalização de que o nível de estresse está aumentando e influenciando no relacionamento das pessoas. Isso traz uma queda de produtividade, uma desunião dos times e um aumento da tensão no ambiente de trabalho.

O mais importante é que os gestores tenham uma percepção antecipada de que as coisas não estão indo bem com os seus recursos humanos. Algumas ações podem minimizar o nível de estresse e podem ser implementadas favorecendo o clima organizacional e melhorando a qualidade de vida no ambiente de trabalho. Mas isso é assunto para outro post!

Agora que você já sabe quais são os principais indicadores de colaboradores estressados, que tal ajudar outros amigos empreendedores a manter o bem-estar no ambiente de trabalho? Basta compartilhar esse post nas suas redes sociais!

Gostou do texto?

Deixe seu email e enviaremos todas as semanas novidades para você!

Confira também

IMPORTANTE: Devido ao grande número de perguntas similares no blog, estamos selecionando as melhores para responder. Sendo assim, sugerimos que você busque a resposta para a sua dúvida nos comentários antes de enviar sua pergunta. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre segurança no trabalho! Não enviaremos spam!