Para que serve o mapa de risco?

Para que serve o mapa de risco?

O mapa de risco é uma representação gráfica dos riscos presentes no local de trabalho capazes de oferecer danos à saúde e à vida do trabalhador. O mapa mostra, sobre a planta baixa do local, círculos correspondentes ao tipo e ao tamanho do risco presentes, sendo uma ferramenta essencial para as medidas de segurança e saúde do trabalho de qualquer empresa.

Mas para quê serve o mapa de risco? Que benefícios ele traz ao empregador? E ao empregado? Por que ele é tão importante para a empresa? Descubra as respostas a essas perguntas lendo o restante do nosso post.

Identificar os tipos de riscos

No mapa de risco, cada tipo de risco é representado por uma cor. Os riscos são classificados em:

  • Físicos, representados pela cor verde;
  • químicos, representados pelo vermelho;
  • biológicos, representados pelo marrom;
  • ergonômicos, representados pelo amarelo;
  • e de acidentes, representados pelo azul.

Se mais de um risco está presente em um mesmo local, o círculo pode ser divido em até 5  porções iguais com cores diferentes.

Quantificar os riscos

Além de cores diferentes, os círculos podem ter três tamanhos: pequeno, médio e grande. Quanto maior o círculo, maior o risco naquele local.

Assim, além de qualificar o risco, o mapa  inclui um modelo simples de quantificação do grau de risco.

Conscientizar os funcionários

O mapa de risco deve estar sempre exposto aos funcionários em um local acessível e de alta movimentação. Dessa forma, todos poderão visualizá-lo frequentemente e se tornarem mais conscientes dos riscos a que estão submetidos.

Além de informá-los, o mapa torna os funcionários mais cautelosos e mais preparados para evitar a ocorrência de acidentes.

Estimular a participação dos funcionários nas medidas de segurança

A elaboração do mapa de risco deve contar com a equipe da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) e dos funcionários que lidam com os riscos no seu dia a dia, como estabelecido pelo item 5.16 da Norma Regulamentadora (NR) 5.

Para certificar-se do serviço, o empregador pode, inclusive, buscar a ajuda de profissionais em medicina e segurança do trabalho em uma empresa terceirizada.

Diagnosticar a situação de segurança e saúde do trabalhador

Quando pronto, o mapa serve como um indicador do nível de risco presente no ambiente de trabalho, podendo ser único para toda a empresa ou individualizado para cada setor, dependendo do tamanho do negócio.

Após a identificação dos riscos, é possível usar o mapa como um estímulo à busca de soluções e da utilização de novas técnicas de prevenção de acidentes.

Servir de base para o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), como previsto pela NR 9, deve ser elaborado a partir do mapa de riscos e do input dos trabalhadores sobre o processo de trabalho. O PPRA visa reconhecer e avaliar os riscos, estabelecer planos e metas de prevenção, acompanhar a eficácia das medidas de controle, dentre outros objetivos.

Reduzir os acidentes do trabalho

Como qualquer outra medida de segurança e saúde do trabalhador, o objetivo final do mapa de riscos é reduzir os acidentes e os danos à saúde do trabalhador no ambiente de trabalho. Ao identificar os riscos, conscientizar os funcionários e buscar soluções para esses problemas, o mapa de riscos se torna uma ferramenta para o alcance desse objetivo.

O mapa de risco é obrigatório independentemente das atividades, do tamanho e do número de funcionários da empresa,  e a sua não elaboração acarreta em multas ao empregador. De caráter dinâmico, o mapa deve ser revisto caso qualquer alteração seja feita ao ambiente ou ao processo de produção, já que isso poderá alterar os riscos do local.

A garantia da segurança e da saúde do trabalhador, torna os funcionários mais saudáveis, com menos doenças relacionadas ao trabalho, reduzindo o absenteísmo e maximizando a produção, beneficiando tanto os empregados quanto o empregador.

Ficou com alguma dúvida sobre o mapa de risco? Sua empresa já fez o seu? Compartilhe conosco nos comentários e conte com a nossa ajuda na elaboração do mapa do seu empreendimento!

banner_ebook_3

Gostou do texto?

Deixe seu email e enviaremos todas as semanas novidades para você!

Confira também

IMPORTANTE: Devido ao grande número de perguntas similares no blog, estamos selecionando as melhores para responder. Sendo assim, sugerimos que você busque a resposta para a sua dúvida nos comentários antes de enviar sua pergunta. Obrigado!

4 comentários em “Para que serve o mapa de risco?”

  1. Carmem Drunn disse:

    Bom dia !! gostaria muito de receber um modelo de mapa de risco de construção civil .tem como ??

    1. Equipe SST disse:

      Olá Carmen! Não temos um modelo prontinho para enviar para você, mas é possível encontrar diversos em uma busca pelo Google. Obrigado pelo seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre segurança no trabalho! Não enviaremos spam!