Ergonomia e produtividade: entenda a relação

Ergonomia e produtividade: entenda a relação

A ergonomia é a ciência que analisa a adaptação do ser humano às instalações e equipamentos disponíveis para a realização de uma tarefa. Através de estudos e projetos ergonômicos, especialistas da área definem as melhores condições para o desenvolvimento de diversos tipos de atividades.

Nas empresas, a adoção de medidas e práticas que levam esses fatores em consideração visa o aumento e a manutenção da saúde, conforto e bem-estar dos colaboradores. O resultado é o aumento da eficiência e dos índices de satisfação geral dos trabalhadores.

Mas, afinal, qual a relação entre ergonomia e produtividade? Descubra a seguir:

Maior eficiência no cumprimento de tarefas

Com base na análise das atividades realizadas, observação do fluxo de trabalho e no diálogo com gestores e colaboradores, profissionais da ergonomia realizam avaliações de possíveis melhorias a serem implantadas.

As intervenções propostas, quando seguidas à risca, geram aumento da produtividade, redução do tempo de execução de tarefas, processos mais enxutos e uma rotina menos exaustiva. Em suma: mais eficiência e mais qualidade nos produtos e serviços oferecidos pela empresa.

Redução do absenteísmo e do número de afastamentos

O trabalho realizado em condições ergonômicas inadequadas tem como consequência o aumento do número de casos de estresse, depressão e fadiga entre os trabalhadores. Essas ocorrências levam ao aumento do absenteísmo e, muitas vezes, ao afastamento de funcionários.

Sendo assim, adotar a ergonomia como prioridade e cumprir as regras da medicina do trabalho são medidas essenciais para empresas que têm como objetivo produzir mais e melhor, além de reduzir custos.

Aumento da motivação dos funcionários

Funcionários de uma empresa estão sempre atentos à forma como são tratados os tópicos relacionados à qualidade de vida no trabalho. Por isso, a ergonomia pode ser determinante para que se sintam importantes e valorizados.

Fatores como a escolha de móveis adequados, o incentivo a pequenas pausas durante o expediente e a realização de sessões de ginástica laboral são alguns cuidados com os colaboradores que influenciam diretamente os níveis de motivação e satisfação da equipe.

Melhora no clima organizacional

Observar aspectos ligados à ergonomia é uma excelente forma de melhorar a relação com colaboradores. A queda no número de reclamações e ocorrências vinculadas ao tema gera uma melhora sensível no clima organizacional, e isso se reflete positivamente nos resultados da empresa.

Além disso, dar atenção e valorizar esses fatores contribui para melhorar a imagem da organização no mercado, o que confere a ela uma vantagem significativa na atração e na retenção de bons profissionais.

No Brasil, os parâmetros para adequação do trabalho às características dos trabalhadores são regulamentados pelo Ministério do Trabalho, através da Norma Reguladora 17 (NR-17). Ou seja, cuidar de aspectos ergonômicos é, além de tudo, uma forma de evitar a ocorrência de causas trabalhistas.

Tudo isso comprova que condições de trabalho favoráveis e adequadas trazem benefícios para colaboradores e empresas na mesma medida. Dessa forma, ergonomia e produtividade trilham lado a lado o caminho que leva aos resultados extraordinários.

Quer saber mais sobre ergonomia, segurança no trabalho e saúde ocupacional? Entre em contato conosco através do nosso site ou nossa página no Facebook e tire suas dúvidas. Será um prazer atendê-lo!

Gostou do texto?

Deixe seu email e enviaremos todas as semanas novidades para você!

Confira também

IMPORTANTE: Devido ao grande número de perguntas similares no blog, estamos selecionando as melhores para responder. Sendo assim, sugerimos que você busque a resposta para a sua dúvida nos comentários antes de enviar sua pergunta. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre segurança no trabalho! Não enviaremos spam!